O Irã assume a culpa pela queda do avião ucraniano que caiu em Teerã. A TV estatal do país disse que se tratou de um erro humano e que os responsáveis serão punidos. Inicialmente, o Irã negou que tivesse disparado mísseis contra a aeronave e afirmou que a tragédia foi motivada por uma falha técnica.

O presidente do Irã, Hassan Rouhani, se manifestou chamando o desastre de “erro imperdoável”.

As Forças Armadas do país prestaram condolências aos parentes das vítimas.

Já o ministro das Relações Exteriores, Mohamad Zarif, disse lamentar profundamente o caso e pediu desculpas às famílias dos mortos.

Mais tarde, o presidente da Ucrânia se manifestou pela primeira vez após a tragédia. Volodymyr Zelenski pede que os responsáveis pela queda sejam levados à Justiça.

O avião da Ukraine International Airlines caiu na última quarta-feira e todas as 176 pessoas que estavam a bordo morreram no desastre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome