(Foto: Reprodução)

Mudanças no preço do petróleo, entressafra da cana, alterações cambiais e o preço dos combustíveis lá em cima. Não poderia dar outra: reclamações e mais reclamações de motoristas.

Os ouvintes da BandNews FM tomaram um susto com os preços que encontraram nos postos no começo de 2020 – e com a quantidade de variações também:

 

O especialista em planejamento estratégico do agronegócio Marcos Fava Neves explica que alguns fatores justificam o aumento no preço do etanol, mas eles podem ser resumidos em uma grande motivação: tem cada vez mais gente usando álcool para abastecer os veículos.

 

Tem outro ponto importante. A safra 2019/2020 da cana foi muito boa: 590 milhões de toneladas no centro-sul do país, o que levou a um recorde também na produção de etanol.

Marcos Fava lembra, no entanto, que, agora, estamos fora do período de colheita:

 

O Flávio foi um dos ouvintes espantados ao se deparar com os preços atualizados:

 

A guerra da qual ele fala é o conflito entre Estados Unidos e Irã, que afetou o preço do petróleo. Para Marcos Fava Neves, a tensão no Oriente Médio ainda não influenciou a variação no etanol, mas isso pode acontecer.

 

Para o ouvinte Fernando, está cada vez mais difícil.

 

Segundo dados do IPCA, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo, que mede a inflação, o etanol subiu 9,85% nos últimos doze meses.

1 COMENTÁRIO

  1. Tanta gente falando mas sem saber, de fato, o porquê desse preço indecente dos combustíveis. Acontece que, desde o governo Temer, a Petrobrás presidida por Pedro Parente, äjeitou”a vida das multis do petróleo que tem negócios no Brasil. Passaram a “nivelar” os preços dos combustíveis aos preços internacionais. E como isso se faz? Pegam o preço das refinarias americanas, mais o frete até o terminal de lá, mais o frete por petroleiros até o terminal de aqui, mais o preço do frete até as refinarias, todas da Petrobrás, exceto Manguinhos, residual, mais seguro, mais custos alfandegários. Enquanto isso reduzem em cerca de 40% a produção das refinarias da mesma Petrobrás. O atual governo (?) sob a batuta de Castelo Branco, mantém esse crime de lesa pátria. O preços vão às nuvens. A sociedade brasileira que se lasque. Tiram-se empregos aqui e os dão lá. Caminhoneiros pagam esse absurdo e, claro, toda a economia paga junto. A Comissão do Direito do Consumidor da Câmara Federal tratou disso, onde tudo ficou mais do que claro. Para permitir que as multis do petróleo se fartem, destroem a Petrobrás e a economia do país. E a grande mídia calada, conivente,

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome