(Foto: Reprodução)

A Fundação Abrinq lança uma campanha de conscientização para diminuir o trabalho infantil durante o carnaval deste ano. De acordo com a mais recente Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, mais de 2 milhões de crianças estão envolvidas em algum tipo de trabalho no país. 70% dessas situações se encontram no campo, mas durante esta época do ano e em outros grandes eventos, os índices aumentam significativamente nas cidades.

O gerente executivo da Fundação Abrinq, Victor Graça, explica como é importante não estimular a situação:

 

Segundo dados da Secretaria de Inspeção do Trabalho, o maior índice foi em 2010, quando mais de mil crianças foram flagradas em situação de trabalho durante as fiscalizações. Desde então, as operações diminuiram diante da falta de investimento por parte da Secretaria.

Segundo Graça, o papel da Abrinq é o de conscientizar sobre a importância de denunciar casos de trabalho infantil:

 

Para denunciar uma situação de trabalho infantil, o disk 100 é o maior serviço de proteção de crianças e adolescentes do governo federal. Outra forma é usar o aplicativo gratuito Proteja Brasil, que encaminha denúncias para o programa Nacional de Enfrentamento da Violência contra Crianças e Adolescentes. Além disso, o aplicativo também localiza órgãos de proteção nas principais capitais e informa sobre as diferentes violações.