Foto: Carl de Souza/AFP

 

O Brasil, assim como a Itália, está adotando uma política de mitigação, ou seja, de alívio no combate ao novo coronavírus. No entanto, para o especialista em Gestão Pública e professor da FGV Rafael Alcadipani, essa estratégia não deve ser suficiente para conter a pandemia.

Em entrevista à Rádio BandNews FM, o docente da Fundação Getúlio Vargas avalia que o Brasil caminha para uma catástrofe maior que a Itália, caso não haja coordenação nas ações entre o governo federal e os estados. Rafael Alcadipani critica ainda a postura do presidente Jair Bolsonaro que, na avaliação dele, não trata a ação com a seriedade necessária.

O especialista em Gestão Pública considera também que já passou da hora de o governo federal impor medidas mais rígidas, como o controle nos preços de insumos essenciais e a quantidade de compras nos mercados. O professor da FGV também acredita que o isolamento domiciliar precisa ser mais rígido e controlado.

Confira a entrevista na íntegra:

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome