Grávidas não fazem parte do grupo de risco para a Covid-19. No entanto, elas estão suscetíveis ao contágio, assim como qualquer outra pessoa.

Por isso algumas orientações estão sendo passadas a ginecologistas e obstetras em todo o País sobre como lidar com questão.

Presidente da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia, o ginecologista Agnaldo Lopes explica que consultas e exames pré-natal estão mantidos. No entanto, orientação agora é para que sejam feitas apenas as visitas essenciais ao médico e aos laboratórios. Isto porque o isolamento da gestante é essencial.

E, atenção aos recém papais e mamães: as visitas à maternidade estão sendo restringidas em todo o país. A ideia é, a medida do possível, minimizar o contato da mãe e do bebê com outras pessoas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome