Apesar dos resultados obtidos nas últimas pesquisas, Jair Bolsonaro (PSL) não terá vida fácil para financiar a campanha ao Palácio do Planalto, pelo menos com recursos públicos.

Criado pelo Congresso, o Fundo Especial de Financiamento de Campanha, que contará com R$ 1,7 bilhão, tem regras mais restritas que o Fundo Partidário, do qual a legenda do deputado abocanha apenas 0,8%.

A maior parte – 13% – fica com o PT, seguido pelo PMDB e pelo PSDB.

Em 2017, as siglas receberam R$ 665 milhões.

7 COMENTÁRIOS

  1. uma pena não ter mais o rosto dele.. graças a Deus esse cara nao vai passar na tv como passa na internet, na tv as crianças não compartilham!!!

  2. EU NÃO VOTO EM 45 PSDB – 15 PMDB = MDB – 13 PT
    SENDO ASSIM, SE AGENTE CONSEGUIRMOS TROCARMOS A MAIOR PARTE DOS DEPUTADOS FEDERAIS E OS SENADORES, EU ACHO QUE O BRASIL VAI ANDAR MELHOR EM 2019…..
    SEJA QUEM FOR O PRESIDENTE ELEITO.

  3. Pra que TV? Porque vcs não entendam logo de uma vez! Ele está disparado na frente e se tivesse os votos impressos nem teria segundo turno.
    E outra coisa que não entendo é o porque que vcs são tão contra ele?
    Ele só diz a verdade, ele fala aquilo que irá fazer, diz que não vai fazer o toma lá da cá pra não distribuir cargos de ministros, presidências pra corruptos e sim para técnico que entendam do assunto.
    Vamos olhar com bons olhos pra ele. Ele pode até ser um pouco ríspido, mais se Vc analisar essa rispidez dele na resposta tem coerência.
    Ou vcs vão votar na Marina que só aparece a cada 4 anos? Ou no Ciro onde ele só fala besteira e depois cai em contradição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome