Condenado a quase 50 anos de prisão, o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha passou 10 dias isolado no Complexo Médico Penal, em Pinhas, na Grande Curitiba.

O político do MDB entrou na “tranca” depois de receber uma carta da irmã em meio aos documentos enviados pelos advogados para que ele pudesse estudar a própria defesa.

O recado foi entregue pela filha durante uma visita ao parlatório, mas não tinha passado pelo o que os agentes chamam de “censura”.

Isso evita que os presos de recebam mensagens do lado de fora.

Cunha – que já voltou à antiga cela – passou todo o tempo todo sem visitas, sem banho de sol e sem contato com os demais detentos.

REUTERS/Ueslei MarcelinoCu

1 COMENTÁRIO

  1. País de merda….se “errado”, quem tem que ser penalizado e o autor, “a filha”….. gostaria de ver essa “força” contra aqueles que utilizam armas de fogo e ou branca…..

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome