Esperando apenas a homologação do acordo de delação premiada firmado com a Polícia Federal, o ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil Antônio Palocci começa a pensar na vida fora da cadeia, quase dois anos depois de ser preso na Operação Lava Jato.

Fontes ouvidas pela BandNews FM garantem que o ex-homem-forte dos governos Lula e Dilma tem muito mais a contar, além do que já foi publicado.

A colaboração de Antônio Palocci está nas mãos do desembargador João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, e alcançaria, depois de 4 anos da Lava Jato, o mercado financeiro.

Foto: Rodolfo Buhrer/Reuters

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome