Buscando a reeleição para manter o foro privilegiado, Renan Calheiros está perto de sofrer um grande revés em meio à disputa ao Senado por Alagoas.

O motivo é que a 2ª Turma do STF vai julgar no segundo semestre a ação na qual o político do MDB é acusado de receber propina de um lobista da empreiteira Mendes Júnior para pagar a pensão do filho que teve fora do casamento com a jornalista Mônica Veloso.

A denúncia surgiu em 2007 e Renan, que à época chegou a renunciar à presidência do Senado, pode pegar até 12 anos de cadeia.

Renan Calheiros

2 COMENTÁRIOS

  1. Esse Pilantra já deveria estar na cadeia há muito tempo. Como que o STF ainda não o julgou?? e a Gleisi narizinho empinado. Como ainda não está presa??? absurdos como esses não podem continuar acontecendo num país que quer evoluir, ser transparente e diminuir expressivamente a corrupção. Aí vemos que o STF, entre outras atribuições, fica com papinho de: Temos que avaliar o HC de fulano, HC de cicrano, HC de Zé D….. enfim, uma vergonha. Deixam de julgar os parlamentares, ocupando seu tempo precioso, pago por nós contribuintes, para discutir se um bandido pode ou não ser preso após condenação em segunda instância. Ora ora, façam-me o favor. Bandido julgado em primeira instância, onde ocorrem todas as investigações e coletas de provas, já deve ir preso. Assim, garanto que haveria muito menos corrupção e bandidagem neste Brasil que só nos envergonha. Fora GM, Fora DT, fora CM, fora RL

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome