Tão logo assuma a presidência do Supremo Tribunal Federal, o ministro Dias Toffoli vai receber um relatório feito por advogados de clientes, sobretudo, da Lava Jato.

Nele, criminalistas, como Antônio Pitombo e Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, se queixam de processos tratados de forma diferente pelos gabinetes do STF.

Entre as reclamações estão não dar vista de autos e dificultar o acesso de informações às defesas.

Foto: Reuters/Adriano Machado

4 COMENTÁRIOS

  1. Todos devem ser destituídos dos cargos, eleição entre todos os juizados para novos ministros. As indicações implicam em favorecimento dos indicados em prol dos indicadores resultando comprometimento político partidário.

  2. Engraçado, parece existir só um lado. Pessoas sem senso crítico. Apenas vale o que eles imagina ser a verdade.
    “Verdade é verdade” só tem uma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome