Em reunião na Advocacia-Geral da União, os bancos reconheceram falhas, pela primeira vez, na plataforma do acordo de pagamento dos planos econômicos e passaram a admitir até a realização de mutirões para devolver o dinheiro.

Ente as queixas estão dificuldades no sistema para escanear documentos, ler extratos e a impossibilidade de acesso das defensorias.

Não está nem mesmo descartada a possibilidade de os valores serem pagos à vista.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome