Apesar do risco, o staff de Jair Bolsonaro (PSL) não teme uma eventual denúncia do Ministério Público Federal contra o economista Paulo Guedes, o que não deve acontecer – se acontecer – no curto prazo.

Chamado de “posto Ipiranga” pelo presidente eleito, o guru do militar é investigado pela Operação Greenfield por investimentos feitos por fundos de pensão e pode responder pelos crimes de fraude e gestão temerária.

A defesa nega.

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome