Com resultados positivos após a Lava Jato, a Petrobras consegue reduzir em 4% o custo do refino de petróleo nos três primeiros trimestres de 2018.

Em 2017, transformar um barril de óleo bruto em derivados como gasolina e diesel custava R$ 9,35.

Agora, sai por R$ 9,01, segundo a estatal.

O resultado colocou a companhia entre as com as melhores refinarias do mundo.

2 COMENTÁRIOS

  1. PETROBRAS CONSEGUE REDUZIR CUSTO PRODUTIVO MAS DERRAPA NOS QUESITOS TRANSPARÊNCIA E CONFORMIDADE:

    A Petrobras gasta milhões de reais em campanha midiática para disseminar a pletora de políticas de seus controles internos, mas tenta incriminar um engenheiro aposentado há quinze anos da estatal por suposto crime de quebra de sigilo profissional, por conta de ter apresentado um portentoso relatório denúncias de ilícitos à Ouvidoria Geral da Petrobras no ano de 2015, ilícitos esses cometidos por executivos do seu alto escalão empresarial.
    Como represália e naquela ocasião, o departamento jurídico da Petrobras resolveu perseguir e intimidar o engenheiro aposentado denunciante com processo de calúnia injuria e difamação por ter supostamente reportado denuncias evasivas envolvendo um Gerente Executivo da Estatal, ocasião em que teve que fazer um acordo de não importunamento (silêncio) e agora retornaram a intimidação e coação com nova denuncia, desta feita por suposta quebra de sigilo funcional, com embasamento no seu “Código de Ética”, no que foi aberto pela Petrobras um Procedimento Investigativo de Nº 005-06623/2017 que corre no Juizado Especial Cível do Estado do Rio de Janeiro, demandado pelo mesmo departamento jurídico da Petrobras. Continuar lendo:
    https://plus.google.com/u/0/111042509761544876242/posts/AxNNR383hsq

DEIXE UMA RESPOSTA

Deixe seu comentário!
Por favor, informe seu nome