Camisa 9 Tricolor, Gláucia foi do inferno ao céu na Coreia e fez bico de motorista

    0
    399

    A carreira de um atleta de futebol é feita de altos e baixos. A dificuldade é maior ainda para jogadoras de futebol feminino, que lutaram por anos por melhores condições na categoria.

    A atacante Gláucia é atleta do São Paulo (Foto: Igor Amorim/Saopaulofc.net)

    A história da Gláucia, atacante do São Paulo, é de superação, gols e amor pelo futebol. Com três passagens por clubes da Coreia do Sul, sofreu muito na primeira delas. Não teve tratamento adequado e entrou num quadro depressivo. Os outros dois períodos foram melhores, tanto é que ela recusou voltar ao KSPO para fechar com o São Paulo.

    Em 2016, quando jogava pelo São José, sofreu uma lesão grave no joelho esquerdo. Para se distrair, virou motorista de aplicativo por um tempo, e as experiências foram as melhores possíveis.

    Gláucia é a personagem desta semana do Tem Mulher na Área.

    A atacante convive com comentários sobre o peso e quase fez besteira no ano passado. Ela estava voltando a São Bernardo depois de um jogo pelo Santos e viu uma mensagem de um torcedor criticando as características dela. Ela ficou muito triste e pensou em tomar remédios para emagrecer e contou com a ajuda da família e da amiga Maurine, ex-Santos, que a impediu.

    Confira o boletim e, abaixo, a entrevista por trechos:

    Começo no futebol e resistência da mãe:

    Experiências na Coreia do Sul:

    Chegada ao São Paulo:

    Mensagens maldosas:

    Motorista de aplicativo:

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Deixe seu comentário!
    Por favor, informe seu nome