Melhor do mundo no futsal, Amandinha rechaça Europa e mira ‘justiça social’

    0
    164

    A maior atleta de futsal do mundo não tem vontade alguma de deixar o país rumo à Europa, para atuar por um grande time, em um cenário mais organizado e com remuneração maior para si. Amandinha, cearense, brasileiríssima, tem os seus motivos.

    “Seria ingratidão da minha parte. Acredito que, saindo do país, seria ruim para a modalidade. Não vivemos a realidade de uma confederação organizada, e muitas meninas olham pra mim com admiração. Ficar aqui, lutando por mais visibilidade e apoio, é uma forma de retribuir tudo isso”, relata a craque do Leoas da Serra, equipe de Lages/SC.

    Vencedora do prêmio Futsal Planet nos últimos cinco anos, Amandinha foi descoberta em um projeto social em Fortaleza, e foi rejeitada em torneios de meninos na infância. A trajetória de uma história de apoio dada por seu primeiro treinador até os aplausos recebidos por Falcão, o maior representante masculino deste esporte, são abordados nesta entrevista.

    “Se ele [Falcão] conseguiu com a modalidade masculina, por que eu não posso mudar o futsal feminino de patamar?”, questiona ela.

    Ouça a íntegra:

     

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Deixe seu comentário!
    Por favor, informe seu nome